Benefícios do futebol na percepção de uma criança com leucemia

Rútilo Telles de Andrade, Juliedy Waldow Kupske, Tatiane Ströher Renz, Janice de Fátima Pavan Zanella, Janaína Coser, Moane Marchesan, Rodrigo de Rosso Krug

Resumo


Este estudo objetivou analisar os benefícios do futebol na percepção de uma criança com leucemia e de seus familiares sobre a doença e sobre sua relação com o futebol. Estudo de caso qualitativo que contou com a participação da mãe e de uma criança do sexo masculino com diagnóstico de leucemia, que frequentava uma escolinha de futebol da cidade de Cruz Alta - RS. Os instrumentos utilizados foram uma entrevista semiestruturada com a mãe e com o participante do estudo e o Questionário de Avaliação Prática de Atividades Físicas em Escolares PeNSE que avalia a prática de atividade física nos últimos sete dias anteriores à coleta de dados. As entrevistas foram interpretadas pela técnica de análise de conteúdo. Evidenciou-se que o participante do estudo era inativo fisicamente e apresentava comportamento sedentário. Em relação as aulas da escolinha de futebol, o menino reportou que gostava muito e que sentia-se bem jogando, além de considerar o futebol muito importante em sua vida e em seu tratamento. A mãe do participante relatou as mesmas informações. Conclui-se que a prática de atividades físicas, no caso o futebol, foi percebido de maneira positiva pelo sobrevivente e por sua mãe, que destacaram que este esporte é positivo para o tratamento e pós-tratamento do câncer.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.