Os Novos Arquitetos da Miscigenação: O Legado Eugênico na Cirurgia Plástica Brasileira

Alvaro Esteban Jarrin

Resumo


Este artigo foi baseado numa pesquisa de campo etnográfica realizada entre cirurgiões plásticos brasileiros entre 2006 e 2008.  O artigo argumenta que a cirurgia plástica brasileira adotou elementos dos discursos eugênicos sobre a beleza que estavam presentes no início do século do XX no país.  Entre eles está a convicção de que a miscigenação é um processo que gradualmente melhora a população brasileira ao aproximá-la de um ideal miscigenado.  Porém, é um processo incompleto que a cirurgia plástica complementa,  ao “harmonizar” corpos que apresentam características raciais discordantes.  Técnicas cirúrgicas controversas que promovem este imaginário eugênico são altamente valorizadas no âmbito médico nacional e latino-americano.

 

Palavras-chave: beleza, eugenia, cirurgia plástica


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.