Austerlitz: uma narrativa sobre a memória e sobre os reflexos do Holocausto

Patricia maria dos Santos Santana

Resumo


O escritor W. G. Sebald sempre escreveu demonstrando um comprometimento com sua postura de ir contra o falseamento da história. Seus livros são denúncias que revelam um posicionamento a favor dos vencidos, seguindo os escritos de Walter Benjamin. A proposta deste artigo é analisar o livro Austerlitz, mostrando como o autor denuncia esses elementos de falsificação do real.

Palavras-chave: Memória. História. Fotografia. Walter Benjamin.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.