Capitalismo e trabalho: conexões entre a informalidade e a formalidade no Brasil

Jonis Manhães Sales Felippe

Resumo


Partindo da discussão interdisciplinar sobre a dinâmica capitalista mundial, tanto no período de consolidação do emprego formal quanto na atual era de produção flexível, este artigo busca retomar a categoria trabalho com o objetivo de compreender as relações entre a formalidade e a informalidade no Brasil, segundo importantes teóricos marxistas. Nesse sentido, objetiva-se evidenciar sua atualidade para analisar os fenômenos contemporâneos nas esferas da produção e da realização do valor, nas quais o formal e o informal estabelecem relações de complementariedade e, muitas vezes, dependência.  Por último, recorre-se aos dados fornecidos pelo IBGE em 2012, a partir da PNAD, com a intenção de ilustrar os contornos que tal processo vem ganhando no país.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.