Teorias evolucionistas e sua aprendizagem após 150 anos de “A Origem das Espécies”

Clícia Grativol Gaspar, Wellington Rodrigues de Matos

Resumo


Considerando as teorias evolucionistas como fundamentais para a compreensão da natureza e para a formação do indivíduo, foi realizada uma análise da aprendizagem dessas teorias no ensino médio numa cidade do interior do estado do Rio de Janeiro. Foram realizadas entrevistas com alunos de primeiro e terceiro anos do Ensino Médio e seus respectivos professores de biologia em oito colégios, sendo quatro colégios integrantes da rede estadual e quatro da rede particular. Colégios públicos e particulares mostraram grande diferença no nível de aceitação das teorias evolucionistas pelos seus alunos. A maioria dos alunos de primeiro ano disse conhecer somente o fixismo, ao contrário da maior parte dos alunos de terceiro ano que disse conhecer todas as teorias evolucionistas analisadas, sendo a escola a principal razão dessa mudança. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.