Formação de Formadores: o dilema entre o papel executor e propositor no cotidiano da supervisão de ensino

Jurema Silvia de Souza Alves

Resumo


O presente artigo é resultado de uma reflexão sobre as oscilações vivenciadas na função da supervisão de ensino do Estado de São Paulo, no decorrer das últimas reformas educacionais, especialmente nos últimos anos. De início, busca situar a legislação que regulamenta a profissão do supervisor de ensino e depois descreve as principais ações formativas ocorridas a partir de 1995. Utiliza-se de um método bibliográfico, bem como das experiências das autoras enquanto Supervisoras de Ensino na rede estadual paulista. A análise dos documentos regulatórios da função supervisora e a prática exercida por este grupo de profissionais possibilita denotar que o Estado não atenta para as possíveis contribuições decorrentes de sua experiência, para a melhoria da qualidade dos processos educacionais. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.