Narrativas sobre situações de formação docente no ensino da matemática

Jurema Rosa Lopes, Eline das Flores Victer

Resumo


No contexto da educação brasileira, ao refletirmos sobre a formação de professores compreendemos que tal temática é tão antiga como atual, uma vez que ao refletirmos sobre a atual formação “deles”, estamos refletindo sobre a “nossa” formação como professores. Nesse sentido, o presente estudo discute situações de formação docente no ensino da Matemática a partir de relatos de egressos do Mestrado Profissional em Ensino das Ciências, do Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências da UNIGRANRIO, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense no Estado do Rio de Janeiro. Realizamos uma reflexão a partir das situações de formação de professores de matemática na escola pública.  O caminho metodológico adotado privilegia a narrativa, foram selecionados para a entrevista, três, em um universo de quinze egressos do mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ensino das Ciências da UNIGRANRIO, no período de 2009 a 2012. Em se tratando de formação de professor, os fragmentos das narrativas apresentadas e analisadas mostram que os egressos, a partir da construção de seus aportes teóricos, de discussões sobre o ensino e experiência na educação básica, reconhecem a sua aproximação junto aos seus alunos e, ao fazê-lo, transformaram ou não as próprias práticas, reelaborando seus conhecimentos e as suas ações. Tomamos como referência as ideias apresentadas por, Clandinin e Connelly (2011), Elias (1994, 1970) e Freire (1996).  Concluímos que embora os egressos sejam oriundos de um ambiente de trabalho escolar, o qual habitualmente discrimina o campo disciplinar da Matemática, suas produções teóricas apontam não só para a abertura ao diálogo interdisciplinar, com também indicam uma prática interdisciplinar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.