Novos conceitos de musicalização para educação ambiental

Cristina Novikoff, Hérica Cambraia Goemes

Resumo


O artigo versa sobre a relação entre a educação ambiental, com foco no sujeito ecológico e a objetivação dos processos pedagógicos. Este desafio foi enfrentado na articulação teórico-conceitual de musicalização, enquanto estratégia de ensino. O objetivo deste texto é apresentar a experimentação da musicalização na formação de professoras para trabalhar a educação ambiental. A experimentação qualitativa permitiu alcançar três resultados de formação junto as professoras (34). São eles: 1)forjar os conceitos de escuta sonora sensível e impressão sonora ambiental, como contribuição para aplicação no ensino deste novo milênio, pautada no processo de desenvolvimento e produção de conhecimentos e habilidades componentes da Inteligência Musical (Gardner, 2001); 2) compreender que, a partir de vivências associadas aos elementos sonoros, audição (Gordon, 2000) e a paisagem sonora (Shaffer, 1991), contribuem para a aprendizagem e ensino inclusive, referentes à Inteligência Naturalística (Gardner, 2001) e; 3) vivenciar um conjunto de respostas motoras (comportamento) em relação a si próprio e ao ambiente coletivo, ou seja, atitudes ecológicas conscientes, típicas do sujeito ecológico (Carvalho, 2008) prudente e responsável, em formação. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.