EDUCAÇÃO EM CRISE

Jurema Silvia de Souza Alves, Oriovaldo Rodrigues, Maria Auxiliadora Avila dos Santos Sá, Elisa Maria Andrade Brisola

Resumo


Este artigo faz uma breve discussão sobre a crise em que se engendra a educação, buscando situar a origem deste cenário no contexto histórico. Considerando-a como política pública, discorre-se brevemente sobre a origem dos pressupostos que orientam a política na contemporaneidade, contextualizando o sentido da modernidade e do neoliberalismo. O levantamento de informações foi feito por meio bibliográfico com vistas a estabelecer algumas relações entre o contexto social da modernidade, direcionado pelas ideais neoliberais e pelas políticas educacionais. A discussão supõe a ausência de uma política educacional pública desde a elaboração dos planos e diretrizes até a formação de professores, denotando a presença marcante dos ideais neoliberais através dos princípios da descentralização, da gestão participativa e da autonomia. No contexto desse cenário político aliado à era da globalização, a administração educacional passa por uma profunda transformação, suscitando a necessidade de uma mudança para além das reformas políticas educacionais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.