MEMÓRIA, ESPAÇOS, LUGARES: INTERSECÇÕES NO POEMA NARRATIVO “PRATO AZUL-POMBINHO”

Andréa Figueiredo Leão Grants

Resumo


Enfocando as principais intersecções entre os conceitos de memória, ruína e museu, o presente trabalho pretende estudar o processo de criação poética de Cora Coralina tomando como base as leituras de três textos presentes no livro Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais, com ênfase no poema “O prato azul-pombinho” no qual se pode perceber a relação entre o desejo de memória, o ato de colecionar e a memória dos locais e objetos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.