A PROJEÇÃO IMAGINÁRIA E A POSIÇÃO-SUJEITO “IDEAL” NO DISCURSO DO EXAME NACIONAL

Amilton Flavio Coleta Leal, Cristiane Pereira dos Santos, Ana Luiza Rodrigues Artiaga Motta

Resumo


Neste trabalho, focalizaremos nossas análises na discussão da posição sujeito-aluno, participante do ENEM, diante da formulação da proposta de redação e dos critérios avaliativos para a escrita do texto dissertativo. Refletiremos a posição-sujeito “ideal” no discurso do ENEM como aquele que atende aos critérios de uma escrita politizada, considerando as condições de produção para a escrita da redação. Para tanto, trabalharemos com o texto/discurso institucional do Exame Nacional, respaldados na Matriz de Referência da redação, como materialidade simbólica, que nos possibilita observar o funcionamento discursivo da política avaliativa do Exame Nacional do Ensino Médio para o país.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.