A METODOLOGIA DOS CENSOS DEMOGRÁFICOS NO BRASIL: DESIGUALDADES EDUCACIONAIS DA POPULAÇÃO NEGRA

Raul Enrique Cuore, Bartolina Ramalho Catanante

Resumo


Este trabalho pretende mostrar que a população afrodescendente no Brasil não possui na sociedade as mesmas oportunidades que a população branca e, embora inúmeras variáveis contribuam para a concretização deste fato, a educação é um dos fatores de maior peso nesta afirmativa. Diversas políticas públicas foram desenvolvidas pelo Estado no decorrer da história, porém não se mostraram suficientes para reverter à desigualdade. Esta circunstância fica evidente através dos dados levantados pelos censos executados desde a época Imperial pelos diversos institutos criados pelos governos para este fim. A partir do ano de 1938 é o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o responsável por colher estes dados, através dos censos demográficos, que permitem mapear a situação sócio/econômica/educacional da população brasileira. Para entendermos a metodologia, eficiência e confiabilidade destes estudos estatísticos, faremos um levantamento histórico sobre a origem da pesquisa demográfica no Brasil apresentando cronologicamente os censos realizados e analisando os dados colhidos pelos censos que envolvem a situação educacional da população afrodescendente comparando-os com a população branca.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.