CONTANDO E RECONTANDO “BARBA AZUL”: A CURIOSIDADE FEMININA NAS NARRATIVAS DE PERRAULT E MARINA COLASANTI

Simone Campos Paulino

Resumo


O presente artigo foi desenvolvido através da análise de dois contos de fadas. É realizado neste um estudo comparativo, estabelecendo um diálogo entre os contos “O Barba Azul” de Charles Perrault e o conto “De um certo tom azulado” da autora ítalo-brasileira Marina Colasanti, tendo como tema condutor da análise a questão da curiosidade feminina, dando destaque à forma como esta característica é tratada nos dois contos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.