O CUIDADOR DA PESSOA IDOSA: PROCESSO EDUCATIVO OU FORMAÇÃO PARA O MERCADO?

José Raimundo Oliveira Lima, Alcione Assunção Correia Lima, Fernando Luís de Queiroz Carvalho

Resumo


As estratégias de educação em saúde têm sido mecanismos bastante efetivos e promissores no cuidado com a pessoa idosa, cuja base é a articulação de um trabalho educativo entre cuidador, paciente e família. Este estudo objetiva criar uma rede de atenção à pessoa idosa dependente de cuidado, a fim de contribuir para a construção de Políticas Públicas aos cidadãos que envelhecem e que necessitam de cuidados diários, articulando capacitações, orientações, oficinas sobre os cuidados direcionados à pessoa idosa dependente. Trata-se de um estudo de campo, exploratório, de caráter qualitativo, realizado no município de Feira de Santana-BA, cuja população estima-se em 591.707 habitantes e a população idosa corresponde a 8,7%, conforme censo do IBGE (2010). Espera-se contribuir para a reflexão sobre as práticas do profissional “cuidador de pessoas idosas”, cuja função tem se aproximado de uma tendência mercadológica, caracterizando-se como um serviço, uma mercadoria como outra qualquer, um valor de troca.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.