PARADIGMAS EDUCACIONAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES – DOS CONSERVADORES AOS PARADIGMAS DA COMPLEXIDADE.

Carolina Vilas Boas Alves Pedroso, Marilda Aparecida Behrens

Resumo


A presente pesquisa aborda como tema os paradigmas educacionais na formação de professores – dos conservadores aos paradigmas da complexidade. Optou-se por responder o seguinte problema: como a educação se desenvolveu perante os paradigmas conservadores e inovadores, caracterizando o professor, o aluno, a metodologia e avaliação de cada paradigma?. A metodologia utilizada foi a abordagem qualitativa, com foco na pesquisa-ação, na qual se utilizou como instrumentos para a coleta de dados a observação e o questionário. O referencial teórico desta pesquisa foi norteado por renomados autores da educação, tais como: Morin (2011), Moraes (2009), Behrens (2013) e Mizukami (1986), entre outros. A partir da análise de dados foi possível constatar que é de grande valia a aprendizagem de paradigmas, pois ao compreender como se dá cada abordagem e a característica de cada uma é possível o professor buscar caminhos para mudança paradigmática e colocá-la em prática.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.