A SAÚDE DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Carolina Moreira Cálido, Maria Luiza Polidorio Pedro Lemos, Flavinês Rebolo

Resumo


O trabalho do professor tem passado por grandes transformações devido, principalmente, às mudanças socioculturais e político-econômicas que afetam a sociedade contemporânea em geral e a escola em particular. Nesse contexto, a saúde dos professores, especialmente dos que atuam na Educação Básica, tem sido afetada e é uma temática que tem recebido atenção crescente dos pesquisadores de diversas áreas. Com o objetivo mapear e analisar as pesquisas já produzidas no Brasil sobre a saúde dos professores, realizou-se uma pesquisa de revisão de literatura. Consultou-se os seguintes bancos de dados: Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Portal de Periódicos Eletrônicos de Psicologia (PePSIC), com as palavras-chave saúde docente, saúde do professor e trabalho docente e saúde. Foram localizados 42 artigos e selecionados, para análise, os 17 artigos que tratavam exclusivamente do professor da Educação Básica. A partir das análises foi possível elaborar um panorama sobre o que tem sido estudado sobre essa temática no Brasil. Os resultados revelaram o quanto é importante a valorização e o oferecimento de boas condições de trabalho para a saúde e o bem-estar dos professores, e como a desvalorização, a injustiça, a sobrecarga de trabalho, entre outros fatores negativos presentes nos ambientes de trabalho desses profissionais causam danos diversos à saúde, gerando estresse, angústia, depressão, entre outras patologias.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.