A CRIMINALIDADE JUVENIL NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO

Adriano Pereira Basilo Oliveira

Resumo


RESUMO

 

Tendo em vista os atuais problemas sociais que envolvem situação de violência, nota-se que há um aumento da participação dos jovens em situações de criminalidade, sendo este o tema no qual são feitas discussões. O objetivo do estudo foi apontar causas para o envolvimento do jovem com o crime tomando como referência o município do Rio de Janeiro. A pesquisa se caracterizou como descritiva e fez uma breve abordagem sobre o contexto e, a partir das reflexões de diversos teóricos que discutem o tema, aprofundam-se novos construtos mostrando um mapa diagnóstico com pesquisas feitas sobre criminalidade entre os jovens com idades entre 15 a 24 anos. Além da caracterização do perfil do jovem do município do Rio de Janeiro, apontam-se razões pelas quais estes se tornam vulneráveis ao envolvimento com a criminalidade e as possíveis soluções para este grave problema social. O estudo mostra que jovens pobres, das cores negra e parda, com menos de 8 anos de escolaridade são mais comumente observados em situações de criminalidade. A criminalidade também está relacionada com situações de homicídios que também tem índices crescentes entre os jovens. As motivações para enveredar para a vida criminosa pelo jovem são as condições socioeconômicas precárias, a dificuldade de inserção no mercado de trabalho, a sensação de poder trazido pelo manuseio de armas de fogo, aliadas ao vácuo Estatal em comunidades pobres, tornam os jovens dessas regiões mais vulneráveis à captação pelo crime organizado. A partir dos resultados, inserem-se discussões a respeito da importância de políticas públicas voltadas à juventude como fator preventivo à inserção do jovem na criminalidade. Ressalta-se também a influência negativa que esse problema social desempenha sobre a juventude, comprometendo diretamente a base da sociedade do futuro.

 

 

Palavras chave: Juventude. Criminalidade. Violência


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.