AS INFLUÊNCIAS DO “TRÁFICO DE DROGAS” NO CONTEXTO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

João Vitor Bitencourt, Patricia Krieger Grossi

Resumo


Estudo qualitativo exploratório sobre a experiência social de famílias atendidas pela política de assistência social e a influência do tráfico de drogas no território. Foram realizadas entrevistas e grupos focais com 18 profissionais, gestores e usuários(as) dos serviços da proteção básica e especializada e os dados submetidos à análise de conteúdo. Os resultados apontam que o tráfico de drogas incide nas famílias através da repressão-violência nos territórios de vulnerabilidade e risco social, gerando medo, represálias e limitação no direito de ir e vir. Por outro lado, o tráfico de drogas também é visto como uma estratégia de sobrevivência e trabalho informal, suprindo algumas necessidades da comunidade. Conclui-se que o “tráfico de drogas” deve ser entendido em sua multidimensionalidade e contradições, destacando a importância do trabalho coletivo no contexto intersetorial.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.