OS IMPACTOS DO PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO NO BRASIL NA PERSPECTIVA DO OPERARIADO: Reflexões para o Serviço Social

João Paulo Rocha Ferrari

Resumo


Este breve trabalho conjunto tem por objetivo adentrar ao contexto histórico do processo de industrialização no Brasil no período de 1900/1920, protagonizando a percepção do operariado, enaltecendo o sindicalismo revolucionário e o anarquismo como um fator central como estratégia de organização em contraponto a ordem social hegemônica estabelecida. Destacamos e identificamos no decorrer da pesquisa particularidades de como foi essa vida operária, o que reivindicavam, como se deu a simbiose organizacional dentro desse movimento. Como método, tivemos o cuidado de dar maior visibilidade aos sujeitos históricos, identificando no singular de suas vivências elementos para fundamentar uma reflexão de como esse contexto histórico é importante para o Serviço Social. Chegamos a algumas conclusões centrais, onde percebemos que direitos que foram conquistados antes mesmo da profissão surgir no Brasil, são mesmos que estão sendo reivindicados na atualidade, porém no contesto de 1910/1920 era de conquista e proposição (ofensiva), uma vez que o operariado (provou) historicamente ser mais combativo nas suas reivindicações, e hoje, a luta é para não perder direitos (defensiva). Fica a reflexão: “Direito não se concede, se conquista”.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.