O SUPORTE SÓCIO FAMILIAR E A PREVENÇÃO AO ROMPIMENTO DE VÍNCULOS FAMILIARES: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Alexandre Jose Pierini

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo analisar as políticas públicas, especificamente a de assistência social e as ações que visam ofertar suporte sócio- familiar, identificar os aspectos positivos que contribuem para autonomia dessas famílias e identificar os aspectos negativos, avaliar os avanços e os retrocessos nas políticas públicas que visam o fortalecimento da capacidade protetiva das famílias. Como metodologia, utilizou-se a revisão de literatura com obras publicadas entre os anos de 1993 e 2018, utilizou-se como bases de dados o Scielo e o Google acadêmico, para isso foram utilizadas as seguintes palavras-chave: suporte familiar, assistência social e políticas públicas. Conclui-se que são necessárias políticas e programas que ofertem suporte as famílias para que possam exercer os papéis afetivos e protetivos junto aos seus membros, especialmente os mais vulneráveis, crianças e adolescentes. No planejamento e desenvolvimento das Políticas Públicas e Sociais é necessário enxergar o usuário como individuo, sujeito de direitos, com características e necessidades físicas e emocionais, com potencialidades, como sujeito coletivo, expressão de um grupo, sujeito político que influência e é influenciado pela sociedade na qual está inserido.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.