ENTRE O CONSERVADORISMO E CRITICIDADE – UM ESTUDO SOBRE O SERVIÇO SOCIAL E O DEBATE SOBRE A LEGALIZAÇÃO DO ABORTO NO BRASIL

Liandra Lima Carvalho, Tamires Carvalho da Silva

Resumo


O presente trabalho trata de uma pesquisa que ainda esta em conclusão, uma Monografia de Conclusão do Curso de Serviço Social, que tem por objetivo mapear a produção científica do Serviço Social sobre o aborto, no Brasil. Tal estudo parte da perspectiva de que a profissão tem como um dos princípios fundamentais a defesa intransigente dos direitos humanos, tal comprometimento nasce do amadurecimento da profissão que possibilitou uma visão crítica do fazer profissional contra o conservadorismo, onde a categoria firma seu compromisso com a classe trabalhadora e consequentemente com a luta pelos direitos dos cidadãos frente a um cenário capitalista de recusa dos mesmos. A luta intransigente pelos direitos humanos prevista pelo Serviço Social está ligada a busca pela emancipação dos indivíduos, tratando-se da liberdade de se expressar e de fazer escolhas independente do padrão estabelecido pela cultura do país. Dentre essas escolhas, podemos citar o ato de abortar na qual podemos observar, que o aborto e sua criminalização no Brasil é uma problemática social pouco discutida pela categoria profissional, no entanto, o número de abortos, sejam eles, legais ou ilegais, no país é significativo, muitas vezes tendo como resultado a,mortalidade materna

PALAVRAS-CHAVES: Aborto; Gênero, Serviço Social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.