A ARTE DE GOVERNAR A PRÓPRIA VIDA: A DESCONSTRUÇÃO DO PUNIR

Beatriz Fartes de Paula Neves

Resumo


Tendo como norte a revisão do conceito de “instituição total” este trabalho trata-se de um recorte da dissertação de mestrado intitulada RECONSTRUIR É PRECISO: Narrativas e memórias da antiga Colônia Juliano Moreira (1924-1982) no qual alinha-se as preocupações pertinentes ao processo de avaliação dos sistemas de proteção social no Brasil. Tendo como norte a revisão do conceito de “instituição total” presente em estudos desses sistemas. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de natureza histórica, apoiada no uso da história oral, sobre a vivência na antiga instituição psiquiátrica Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, na cidade do Rio de Janeiro. Cobrindo experiências entre o período de 1924, ano de inauguração dessa colônia, até meados da década de 1980, quando em consonância com a Reforma Psiquiátrica em curso no Brasil, foram vetadas novas internações e aberto os portões da Colônia Juliano Moreira. Através de registros da memória dos moradores da Colônia, busca indicar como a dinâmica e o modo de vida de uma funcionária desta instituição permitiu que a mesma reescrevesse sua trajetória nesta instituição e na vida de seus internos.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.