Análise das estruturas do mercado turístico no Brasil: um estudo baseado no número de empregados

Andrei Giovani Maia, José de Pietro Neto

Resumo


Na microeconomia, estuda-se o mercado em estruturas específicas, definidas com base em certas características e no grau de concentração econômica das organizações de determinado mercado. Por meio do estudo dessas características específicas de mercado, é possível classificar tais organizações em estruturas, como monopólio, oligopólio, concorrência monopolística e concorrência perfeita. Em cada uma dessas estruturas, há características distintas que explicam como ocorre o controle e a competição estratégica organizacional durante as interações econômicas. Estudar tais estruturas na perspectiva do fenômeno turístico permite maior compreensão sobre o crescimento e o desenvolvimento do mercado turístico. Dessa forma, neste artigo, objetiva-se analisar as estruturas do mercado turístico no Brasil. Para alcançar tal objetivo, utilizou-se, como metodologia, a pesquisa com dados secundários obtidos em relatório do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística de 2011 que permitiu classificar a estrutura do mercado turístico brasileiro. Como resultado, constatou-se o domínio de duas estruturas de mercado na economia brasileira, a concorrência monopolística e o oligopólio.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais