Autopoiese e sistema turístico

Mariana Pereira Chaves Pimentel, Thiago Duarte Pimentel, Alexandre de Pádua Carrieri

Resumo


A leitura mais usual do turismo é feita segundo a teoria dos sistemas em que se focam as re-lações entre o sistema e o ambiente, cujos elementos geralmente são tomados como variáveisindependentes em função das quais o sistema turístico (ST) se deve adaptar. Porém pouco sediscute sobre essa relação, sobretudo nessa ordem. Neste ensaio, visa-se analisar como o meiopode exigir do ST respostas operacionais de funcionamento. Partiu-se de Luhmann, para quemos sistemas são dinâmicos, tanto por seu funcionamento interno, como por suas relações como ambiente, gerando operações autoconstitutivas ou autopoiéticas. Para analisar-se como omeio pode exigir dos ST respostas operacionais de funcionamento, apresentam-se três possí-veis ST, delimitados por escalas espaciais: mundial, nacional e regional/municipal. Percebe-seque o ambiente é capaz não só de interferir sobre os ST, afetando o funcionamento, como dedistingui-los entre si. Conclui-se que a forma dos ST parece não ser autorreferenciada, masreferenciada por dinâmicas alheias ao sistema.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais