A articulação SEDVAN-IDENE e as perspectivas e potencialidades socioambientais na região do Alto Vale do Jequitinhonha, MG: o caso do Programa de Turismo Solidário

Rafael Ângelo Fortunato

Resumo


Neste artigo, investiga-se o nível de percepção das comunidades de quatro localidades situadas no Alto Vale do Jequitinhonha/MG em relação às propostas do Sistema SEDVAN/IDENE e identifica-se, ainda, como essas comunidades sinalizam para o modelo de governança democrática que propõe a descentralização do poder do estado por meio de associativismo e cooperativismo. Este conhecimento revela-se importante, pois contribui para uma efetiva aproximação do estado à população local. Para a análise pretendida, optou-se pela metodologia qualitativa com coleta de dados via observação participante e entrevistas semiestruturadas com representantes e membros de organizações da sociedade civil e com seis participantes do Programa de Turismo Solidário, foco do estudo. Como fundamentação da ideia de descentralização e governança, na pesquisa, utilizam-se as referências bibliográficas referentes ao movimento socioambientalista e o material institucional do Sistema SEDVAN/IDENE para esclarecer as propostas de governo. Um resultado parcial aponta que poucas pessoas conhecem com detalhes o modelo proposto pelo governo de Minas Gerais e que as comunidades locais atentam para a importância da formação de uma rede social para propagação de alternativas sustentáveis de geração de renda sob a forma de associativismo e cooperativismo.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais