Empreendedorismo e reconversão de funções econômicas de cidades: um estudo comparativo entre dinâmicas orientadas pelo turismo e por industrialização tardia

Anderson de Souza Sant’Anna, Daniela Martins Diniz, Fátima Bayma de Oliveira

Resumo


Neste artigo, busca-se discutir o papel e as formas de articulação entre lideranças — políticas, empresariais, comunitárias — em cidades que vivenciam dinâmicas de reconversão das funções econômicas, tendo por base o turismo, em Tiradentes e o processo de industrialização tardia, em Sete Lagoas/MG. Na fundamentação teórica, abordaram-se as noções de reconversão de funções econômicas de cidades e de empreendedorismo, bem como pressupostos da teoria da ação social de Bourdieu (1990). Em termos metodológicos, a pesquisa pode ser caracterizada como de natureza qualitativa, realizada por meio de estudo comparativo de casos. Como resultados, foi possível constatar o fortalecimento do papel dos empreendedores privados no desenvolvimento das dinâmicas investigadas, além de percepções unânimes quanto à “carência” de lideranças aptas a articular os agentes sociais envolvidos. No que tange às características dos empreendedores, verificou-se distinções quanto às origens e formas de gestão dos negócios, superando a premissa de homogeneidade no campo.

Palavras-chave


turismo, industrialização tardia, empreendedorismo, reconversão de funções econômicas de cidades

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2016 REVISTA ACADÊMICA OBSERVATÓRIO DE INOVAÇÃO DO TURISMO