Botequins tradicionais do Rio de Janeiro: estratégia de salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial

Joice Lavandoski, Gabriel Giglio

Resumo


Botequim é um tipo muito popular de bar no Rio de Janeiro. Os botequins tradicionais são símbolos culturais da cidade, pois traduzem a alma e o jeito de ser carioca, resgatam aspectos de uma cultura, além de representarem a identidade e as formas de ocupação deste povo. Desde 2011, em razão do seu valor simbólico, esses estabelecimentos vêm sendo declarados “Patrimônio Cultural Carioca” em diferentes instrumentos normativos. Este artigo identifica e analisa a legislação-base relacionada aos botequins cariocas que são Patrimônio Cultural Carioca pelo poder público municipal. É do interesse deste trabalho apresentar a evolução dos instrumentos de gestão para a salvaguarda do patrimônio cultural imaterial associado a esses estabelecimentos gastronômicos. Essa pesquisa tem natureza exploratória e qualitativa, com procedimentos metodológicos obtidos por meio de pesquisa bibliográfica, documental e de campo, com a realização de entrevistas. Esse estudo identifica mudança no enfoque dado ao patrimônio cultural imaterial pelo poder público municipal. Esse novo direcionamento das ações tem relação direta com a parceria entre Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-RJ), para a requalificação dos negócios tradicionais do centro da cidade, que oportunizou a abertura e o registro dos estabelecimentos no Livro de Registro das “Atividades Econômicas Tradicionais e Notáveis”. A análise apresenta ações que se desdobraram a partir desta estratégia de salvaguarda patrimonial pelo IRPH, as quais promovem a valorização da identidade cultural local, agregam valor à marca e ao produto turístico “botequim tradicional” e podem contribuir para o desenvolvimento do turismo no Rio de Janeiro.


Palavras-chave


Bares/botequins; Patrimônio cultural carioca; Patrimônio imaterial; Rio de Janeiro; Turismo

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2019 REVISTA ACADÊMICA OBSERVATÓRIO DE INOVAÇÃO DO TURISMO

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.