Pesquisa Qualitativa em Enfermagem: seu objeto de intervenção

Leticia Silveira Cardoso, Marta Regina Cezar-Vaz

Resumo


A complexidade da interação entre força de trabalho e objeto de intervenção, na particularidade da produção dos cuidados de enfermagem, pode estar contribuindo para inebriar a percepção da sociedade acerca da ação da enfermagem como profissão. Para dar visibilidade ao processo de trabalho da enfermagem e enfatizar a produção do cuidado, realizou-se uma análise da produção do conhecimento em pesquisa qualitativa em enfermagem com o objetivo de evidenciar sua contribuição para a consolidação de seu objeto de intervenção. Em um universo de 08 textos selecionados aplicou-se uma análise qualitativa com a construção das categorias empíricas: Interpretações a respeito da pesquisa qualitativa em enfermagem e Contribuições da pesquisa qualitativa em enfermagem. Do conjunto analisados, 04 textos reportam-se a técnicas de coleta e análise de dados, 03 propõem-se a expressar a pesquisa qualitativa como um modelo de investigação alternativo aos métodos tradicionais – mensurativos – e, 01 constitui-se em exemplificação da capacidade de apreender a singularidade do sujeito-objeto de intervenção. Este estudo contribuiu para se compreender a necessidade de sistematização das investigações científicas que possuem como objeto de intervenção o ser humano. Este conjuga no interior do processo de trabalho o potencial para prover uma ação, cuidado, que garanta o caráter teórico do conhecimento da enfermagem e o atendimento real de suas necessidades.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.