JOGO PARASITOLÓGICO: uma estratégia no ensino-aprendizagem da parasitologia

Rosilene Alves de Almeida

Resumo


Resumo

 

Esse artigo aborda sobre algumas parasitoses importantes e tem como objetivo apresentar um jogo parasitológico educativo como estratégia didática na educação em saúde e na prevenção da ancilostomíase, estrongiloidíase e larva migrans cutânea, direcionado para crianças de 07 a 12 anos de idade. O jogo pode ser jogado com várias crianças divididas em duas equipes. Um painel vazado com encaixe para as letras do alfabeto é usado, de modo que cada letra corresponde a uma pergunta a ser sorteada e respondida. Dependendo da resposta, a equipe pode marcar pontos ou não. Ao final ganha a equipe que marcar mais pontos. As intervenções educativas através de atividades lúdicas consistem em estratégias importantes para a prevenção de doenças. Os jogos são estratégias lúdicas, prazerosas e encantadoras de aprendizado e através deles as crianças têm a oportunidade de interagir entre si, estimulando a criatividade, raciocínio e atenção. Brincando, a criança explora o mundo, constrói o seu saber, aprende a respeitar o outro, desenvolve o sentimento de grupo, ativa a imaginação e se autorealiza.

 

Palavras chave: Ensino de recuperação. Parasitologia. Educação em saúde. Criança.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.