A RELAÇÃO ENTRE OS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM E PACIENTES TERMINAIS: A INFLUÊNCIA DA COMUNICAÇÃO

Thalita Vettori

Resumo


A morte é um processo natural que está presente em nosso cotidiano e principalmente dentro das instituições hospitalares. A comunicação é uma necessidade humana básica e é fundamental para que o enfermeiro mantenha boa relação com o paciente terminal e seus familiares, sendo capaz de avaliar cada caso. Trata-se de uma pesquisa qualitativa bibliográfica, onde buscou-se analisar os significados atribuídos à comunicação de enfermeiros com clientes em estágio terminal. Os enfermeiros e a equipe são aqueles que estão mais próximos do paciente, devendo aprender a modelar seus sentimentos afim de melhorar a relação de comunicação e tornando assim, o contato profissinal-paciente, mais acessível. Os pacientes e as famílias precisam de assistência continuada: orientar o paciente uma vez, não é ensino e ouvir suas palavras, não é o mesmo que escutar ativamente e de fato, senti-los. Observou-se que, apesar de compreenderem a importância da comunicação, os enfermeiros consideram-se mal preparados para dispensar esse cuidado mais completo.

Palavras-chave: Enfermagem, morte e comunicação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.