SEGURANÇA DO PACIENTE NO AMBIENTE HOSPITALAR: OS AVANÇOS NA PREVENÇÃO DE EVENTOS ADVERSOS NO SISTEMA DE MEDICAÇÃO

Evandro Cosme Castro de Souza, Andressa Aline Bernardo Bueno, Cintia Silva Fassarella

Resumo


O objetivo deste trabalho é identificar nas literaturas os avanços relacionados à segurança do paciente no sistema de medicação, sob a óptica da administração de medicamentos. Trata-se de um estudo bibliográfico e exploratório com levantamento bibliográfico na BVS, SciELO e LILACS com seguintes descritores: erros de medicação, segurança do paciente, erros médicos e enfermagem. Foram selecionados os artigos que estavam na língua portuguesa, com resumo relacionado à temática, disponível na íntegra e dentro do recorte temporal de 2000 a 2012, totalizando 9 artigos, onde utilizou-se análise qualitativa. Foram enfatizados e analisados, os aspectos relacionados à prática da administração de medicamentos. Na execução deste cuidado a enfermagem tem como base o princípio dos 6 certos. Esses passos são essenciais para a prevenção de erros e, como participante ativo, o enfermeiro tem como papel fundamental a orientação, supervisão destes profissionais e a realização de atividades de educação continuada. A enfermagem atua na ponta final do sistema de medicação, fazendo com que muitos erros cometidos não detectados ao longo do sistema lhe sejam atribuída. Isto aumenta a responsabilidade da equipe de enfermagem, pois ela é a última oportunidade de interceptar e evitar um erro ocorrido nos processos iniciais, transformando-se em uma das últimas barreiras de prevenção e garantia da segurança do paciente. Desta forma, evitaremos erros que acontecem, diariamente, colocando em risco a vida do paciente danificando sua saúde ou até mesmo danos fatais.O objetivo deste trabalho é identificar nas literaturas os avanços relacionados à segurança do paciente no sistema de medicação, sob a óptica da administração de medicamentos. Trata-se de um estudo bibliográfico e exploratório com levantamento bibliográfico na BVS, SciELO e LILACS com seguintes descritores: erros de medicação, segurança do paciente, erros médicos e enfermagem. Foram selecionados os artigos que estavam na língua portuguesa, com resumo relacionado à temática, disponível na íntegra e dentro do recorte temporal de 2000 a 2012, totalizando 9 artigos, onde utilizou-se análise qualitativa. Foram enfatizados e analisados, os aspectos relacionados à prática da administração de medicamentos. Na execução deste cuidado a enfermagem tem como base o princípio dos 6 certos. Esses passos são essenciais para a prevenção de erros e, como participante ativo, o enfermeiro tem como papel fundamental a orientação, supervisão destes profissionais e a realização de atividades de educação continuada. A enfermagem atua na ponta final do sistema de medicação, fazendo com que muitos erros cometidos não detectados ao longo do sistema lhe sejam atribuída. Isto aumenta a responsabilidade da equipe de enfermagem, pois ela é a última oportunidade de interceptar e evitar um erro ocorrido nos processos iniciais, transformando-se em uma das últimas barreiras de prevenção e garantia da segurança do paciente. Desta forma, evitaremos erros que acontecem, diariamente, colocando em risco a vida do paciente danificando sua saúde ou até mesmo danos fatais. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.