O ENFERMEIRO COMO EDUCADOR NA REABILITAÇÃO CARDÍACA DENTRO DA ESTRATÉGIA SAÚDE DA FAMÍLIA: REVISÃO DE LITERATURA

Aline Silveira Alves, Valquiria Alessandra Eliziária Pinto, Cintia Silva Fassarella

Resumo


O objetivo deste estudo foi identificar a atuação do enfermeiro como orientador na reabilitação cardíaca em uma estratégia saúde da família (ESF), a pacientes com doenças coronárias, visando a melhoria nas atividades diárias, refletindo na sua qualidade de vida.  Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, com abordagem qualitativa, de natureza descritiva realizada por meio das palavras-chave: educação em saúde, programa saúde da família, enfermagem em reabilitação, no período compreendido de março de 2012 à novembro 2012, através de consulta nas bases de dados da BVS, SciELO, Medline e Lilacs. Foram selecionados 22 artigos publicados no período de 2000 a 2011, que estavam na língua portuguesa, cujo acesso foi permitido por completo. Adotou-se análise temática resultando em duas categorias: a importância do enfermeiro como educador na ESF e a contribuição do enfermeiro na reabilitação cardíaca dentro da ESF. Cabe ao enfermeiro o trabalho de orientação, tendo o conhecimento dos fatores causais, trabalhar com a prevenção, redução na reincidência da doença coronária, proporcionando uma boa qualidade de vida após a reabilitação cardíaca. Concluímos que o aumento das doenças cardiovasculares no Brasil, esta relacionado ao estilo de vida que a população adquiriu ao longo do tempo, desenvolvendo os fatores de riscos para a saúde, deixando que o enfermeiro através de estratégias educacionais aplicadas na ESF possa contribuir para uma promoção e modificação no estilo de vida de cada um, que através de uma reabilitação cardiovascular possa elevar a qualidade de vida evitando um novo evento cardíaco.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.