DOENÇA DE ALZHEIMER: AS DIFICULDADES E OS ASPECTOS EMOCIONAIS QUE ENVOLVEM OS FAMILIARES/CUIDADORES

Samanta Oliveira da Silva Diniz, Fernanda Simas Garcia, Leila Jordão de Sousa, Danielle Costa de Souza, Beatriz Tosé Agathão, Sonia Cristina Fonseca Eugenio

Resumo


Trata-se de um estudo de caso, do tipo descritivo, com abordagem qualitativa sobre a Doença de Alzheimer. Dentre as muitas vertentes que envolvem essa doença, destaca-se a sobrecarga dos familiares e cuidadores. No processo de adoecimento a atenção é voltada somente para o portador da doença, esquecendo-se do estresse físico e psicológico que acomete as pessoas que convivem com o portador. Os objetivos desse estudo foram: Identificar os sentimentos que envolvem os familiares/cuidadores do portador de Alzheimer; Descrever as mudanças significativas na dinâmica e na rotina familiar; Evidenciar quais foram as dificuldades de enfrentamento da família diante da doença real. A coleta de dados foi dividida em dois momentos distintos. No primeiro momento utilizamos uma dinâmica de criatividade. No segundo momento foi feita uma entrevista. As questões éticas da pesquisa foram respeitadas. Os dados produzidos foram submetidos à técnica de análise de conteúdo proposto por Bardin e agrupados em categorias, quando pudemos identificar as dificuldades enfrentadas pelos familiares/cuidadores diante do diagnóstico da doença, a dificuldade de aceitação, os sentimentos que envolvem os familiares/cuidadores e as mudanças sociais, familiares, financeiras e o desgaste emocional.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.