A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO EM UMA CONSULTA DE PRÉ-NATAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA

Maria José Daher, Maria Lúcia Pinho de Oliveira, Jozivaldo Silva, Priscila Rocha de Jesus

Resumo


Esse estudo destaca como objeto a comunicação verbal desenvolvida pelo enfermeiro na consulta de pré-natal na atenção básica e traz como objetivos: caracterizar a comunicação verbal como fator primordial em uma consulta de pré-natal com o profissional enfermeiro e identificar, através da literatura, as dificuldades que as mulheres têm na captação das orientações, durante a consulta. Justifica-se a partir do momento em que se discutem os aspectos negativos e positivos de uma efetiva comunicação verbal entre o profissional enfermeiro e a gestante, no momento da consulta de pré-natal. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, do tipo revisão integrativa, descritiva, exploratória, de análise qualitativa. Os artigos foram pesquisados na base de dados da BVS, através das palavras descritoras pré-natal, educação em saúde e gestante. Os resultados apontaram dois grupos temáticos de discussão: a comunicação e a consulta de pré-natal e a captação da mensagem pela gestante. O estudo confirmou que a comunicação adequada no pré-natal entre o enfermeiro e a gestante é a melhor maneira de adquirir vínculo com a mulher, transmitindo confiança e atendendo as necessidades da mesma.  A relação enfermeiro/ cliente deve ser precisa, com linguagem simples e baseada na escuta, uma vez que cada pergunta deve ser valorizada. A pesquisa aponta ainda algumas causas que impossibilitam a captação da mensagem transmitida pelo enfermeiro, o que poderá gerar mudanças na abordagem da gestante, aperfeiçoando a qualidade do processo de educação em saúde durante as consultas.

Descritores: cuidado pré-natal, comunicação em saúde e gestantes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.