ASSISTÊNCIA HUMANIZADA A MULHER EM SITUAÇÃO DE ABORTAMENTO

Jacira dos Santos Contino Pereira, Daiene Albuquerque Pimenta, Lucy Tania da Silva Cunha, Thaís Moraes França Araújo

Resumo


Este estudo é resultado de uma pesquisa com abordagem qualitativa de natureza descritiva do tipo exploratória e caráter bibliográfico, tendo como objetivo incentivar à educação continuada das equipes de saúde a fim de proporcionar uma visão diferenciada por parte do profissional, ou seja, de forma humanizada quando se encontrarem frente ao abortamento induzido. A pesquisa apresenta ainda, diferentes aspectos e visões encontradas na sociedade em que vivemos, percebemos dia a dia uma crescente mobilização em torno da prática de aborto. Ressaltamos que ao abordarmos esta temática retornamos as discussões dos direitos feministas, onde devemos lembrar que a história do movimento feminista pode ser dividida em três "ondas". A primeira onda  inicia no final do século XIX e início do século XX preocupados principalmente com o processo político, A primeira onda de feministas, ao contrário da segunda, preocupou-se muito pouco com a questão do aborto. A segunda onda se refere às ideias e ações associadas com os movimentos de liberação feminina iniciados na década de 1960, que lutavam pela igualdade legal e social para as mulheres. A terceira onda seria uma continuação da segunda onda, iniciada na década de 1990 até a atualidade. Julgamos necessário discutirmos um pouco do movimento feminista neste estudo, com a finalidade de levar a reflexão a forma de atender uma mulher com diagnóstico de abortamento.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.