PREVALÊNCIA DE DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR E ASSOCIAÇÃO COM HÁBITOS PARAFUNCIONAIS EM ALUNOS DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA

Nina Barreto Diógenes de Queiroz, Keylla Medeiros Magalhães, Jamylle Machado, Maíra de Oliveira Viana

Resumo


A disfunção temporomandibular tem caráter multifatorial, sendo levado em consideração possíveis fatores etiológicos. O objetivo desse estudo foi avaliar a prevalência de sintomas de DTM  em alunos do curso de Fisioterapia na Universidade de Fortaleza e correlacioná-los a presença de hábitos parafuncionais. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.