AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE TRABALHO DOS MÉDICOS INSERIDOS NO PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DA ATENÇÃO BÁSICA – PROVAB NO ESTADO DO PIAUÍ

Antonio Mariano Costa Neto, Nadja Fonseca Veloso, Lis Cardoso Marinho Medeiros, Ariane Gomes dos Santos

Resumo


Este estudo teve por objetivo comparar a avaliação do processo de trabalho dos médicos inseridos no PROVAB, nos anos de 2013 e 2014, quanto ao desempenho técnico, práticas clínicas e aos atributos desempenhados na Atenção Primária,da gestão da atenção básica no Piauí, por meio da avaliação de relatórios de supervisão do PROVAB. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, retrospectiva do tipo análise documental. A fonte de dados foram os relatórios de supervisão do PROVAB do estado do Piauí, com amostra de 23 relatórios. O instrumento de coleta de dados foi um formulário semi-estruturado, a coleta foi realizada no mês de março de 2014, a análise dos dados foi realizada por meio do Microsoft Office Excel 2007. Observou-se que não houve grandes diferenças entre a avaliação do processo de trabalho dos médicos inseridos no PROVAB, nos anos de 2013 e 2014. Percebeu-se no estudo que, em ambos os anos, a maioria dos profissionais desempenharam bem maior parte das técnicas, práticas clínicas e atributos da Atenção Primária como: acesso, coordenação do cuidado e longitudinalidade, integralidade, orientação familiar e comunitária, com discreta melhoria do desempenho no ano de 2014. Investir na especialização dos médicos é um fator positivo do PROVAB, isso torna os profissionais mais qualificados e incentiva a atuação dos mesmos na atenção básica, no entanto, esses profissionais precisam além da capacitação, de uma conscientização do seu trabalho não apenas com fins econômicos, mas como um compromisso social.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.