VÍNCULO TERAPÊUTICO COMO FACILITADOR DO CUIDADO: UMA PERSPECTIVA DO CONSULTÓRIO DE RUA ATRAVÉS DAS ACADÊMICAS DE ENFERMAGEM

Marcelle Coutinho Herédia dos Reis, Michelle Alcântara dos Santos, Mariana Pinto Marques, Caroline Silva Batista Alves

Resumo


Este relato de experiência objetiva demostrar o trabalho realizado no Consultório de rua sob a ótica das acadêmicas de Enfermagem participantes do PET-Saúde, no território de Duque de Caxias no período de setembro de 2013 a fevereiro de 2014, com a população de rua localizada na praça Humaitá. Ao decorrer dos atendimentos houve a criação do vinculo terapêutico com essa população que vivem à margem da sociedade. A situação de rua tem diversos causas, desde a problemas familiares a comunitários, no entanto, muitos conseguem ter atividades laborais que geram renda. Comumente, os usuários usam alcool, crack e outras drogas e consomem nas comunidades que circundam a praça em que vivem. Concluímos que, de acordo com a compreensão das demandas dos usuários a equipe intervém através de ações intersetoriais viabilizando o acesso aos serviços de saúde priorizando a integralidade, com isso, o vinculo é o melhor meio de garantir o cuidado integral os casos assistidos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.