ERROS RELACIONADOS A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Denis Fernandes da Silva Ribeiro, Diana Ruth Farias Araujo Gaspar, Lorena Prado Santos, Glauce Oliveira do Nascimento, Giovane Oliveira Vieira, Ione Andrade Loureiro

Resumo


O processo de trabalho no setor de cuidados intensivos é impar, onde o quadro oscilante dos pacientes requer maior atenção e maior número de ações por parte dos profissionais, o que pode predispor ao erro. O presente estudo possui como objetivosAnalisar os erros envolvidos com a assistência de enfermagem no setor de terapia intensiva; Compreender os fatores contribuintes mais comuns para ocorrência dos erros e as condutas adotadas para a minimização dos erros segundo a literatura estudada. Trata-se de uma revisão de literatura, de caráter qualitativo-descritivo, em que se realizou busca online nas bases de dados vinculadas a Biblioteca Virtual em Saúde. Foram buscados trabalhos com textos completos, disponíveis em português e publicados entre 2010 e 2014. Foram selecionados 05 trabalhos que abordam tópicos de grande relevância e foram Nível inadequado do conhecimento dos profissionais de enfermagem acerca da diferenciação entre erros e eventos adversos e acerca do preparo e administração de medicamentos, condições inadequadas de trabalho e a predisposição ao erro, condições de saúde e qualidade de vida dos profissionais de enfermagem frente aos erros e eventos adversos e a postura do enfermeiro frente a ocorrência dos erros. Conclui-se que os erros não são eventos isolados e aspectos como a falibilidade humana, vigilância e prudência devem ser observados pelo enfermeiro.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.