ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO FRENTE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE: REVISÃO INTEGRATIVA

Augusto Cezar Antunes de Araujo Filho, Anna Karolina Lages de Araújo, Ana Dulce Amorim Santos Soares, Márcia Teles de Oliveira Gouvéia, Silvana Santiago da Rocha

Resumo


Objetivou-se analisar a assistência de enfermagem à criança e ao adolescente no contexto da violência doméstica. A revisão integrativa foi norteada pela questão “Como os enfermeiros enfrentam a violência doméstica contra a criança e o adolescente?”. Os estudos foram coletados nas bases de dados da LILACS, PUBMED e BDENF, com a delimitação temporal de janeiro a setembro de 2014. Foram selecionados sete estudos. A abordagem qualitativa foi predominante, expondo a dificuldade de rastreamento e notificação dos enfermeiros perante aos casos. A atuação dos profissionais de saúde está relacionada às suas compreensões sobre a temática. A atuação do enfermeiro encontra-se limitada. Evidencia-se a importância da abordagem multiprofissional, bem como o desenvolvimento de atividades de educação em saúde.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.