HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA

Anne Caroline Almeida Silva Ribeiro, Ana Gabriella Alexandre de Souza Silva, Mirella Dias Marinho, Rosangêla Vidal de Negreiros

Resumo


Objetivo: Compreender a percepção dos profissionais de saúde quanto ao cuidado humanizado em uma Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI). Métodos: Trata-se de revisão integrativa da literatura, desenvolvida em seis fases distintas: identificação do tema; busca na literatura; categorização dos estudos; avaliação dos estudos incluídos, interpretação dos resultados; e síntese do conhecimento evidenciado. A primeira fase foi realizada no período de janeiro a fevereiro de 2017, nas bases de dados LILACS e SciELO utilizando como descritores assistência de enfermagem, UTI, humanização.  A busca foi realizada por artigos em português, no período de 2008 a 2016. Identificou-se 27 artigos, foram excluídos aqueles que não contemplavam o objetivo proposto e os que envolviam animais. Obteve-se uma amostra de 5 estudos os dados foram organizados em forma de quadros contendo as seguintes informações: título e ano de publicação, local da pesquisa, tipo de pesquisa e humanização. na prática e oferta do cuidado humanizado. Conclusão: O estudo possibilitou a realização de uma reflexão baseada no conceito amplo da humanização, articulado com as dificuldades cotidianas que os profissionais encontram em sua aplicabilidade, evidenciando um distanciamento entre a teoria e prática.

Palavras-chave: Humanização da assistência; Unidades de Terapia Intensiva; Cuidados intensivos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.