ESTRUTURA FÍSICA DA SALA DE CURATIVO

Gabriela Cristina da Silva Vilas Bôas, Juliane Luiza Machado Souza dos Santos, Kelly Peçanha do Nascimento, Jane Kelly Tomaz Frutuoso, Eloá Lamonica Garcia Ferreira, Aline Mirema Ferreira Vitorio

Resumo


Este trabalho acadêmico avalia a estrutura física da sala de curativo de uma unidade básica de saúde, como relato de experiência para processo avaliativo da disciplina Estágio Supervisionado Integralizador I do curso de enfermagem da Universidade do Grande Rio Professor José de Souza Herdy. Houve os encontros na universidade com todos os alunos e professores para a orientação. A área de escolha foi uma Unidade Básica de saúde em Santa Cruz da Serra, Baixada Fluminense, onde conseguimos atuar em uma sala de curativo e assim coletar os dados para dar início ao relato. No mesmo retratamos os horários de funcionamento, os tipos de curativos feitos, coberturas utilizadas e o papel do enfermeiro no funcionamento da sala. Foi abordado um pouco sobre o que é a atenção básica, o que ela abrange, como funciona e o nível da atenção.
Realizamos um Checklist de conformidades e não conformidades com o que é preconizado pelo Ministério da Saúde e então verificamos vários tipos de inadequação na estrutura física da unidade básica, tendo uma dificuldade nas formas de tratamento das feridas de acordo com os conhecimentos técnicos-cientificos, além da capacitação ineficaz dos profissionais que ali estavam e a organização estrutural da mesma. Foi de grande importância para nossa formação acadêmica a oportunidade de estarmos atuando e podendo observar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.