O CUIDADO EM SAÚDE BUCAL NA GESTAÇÃO: CONHECIMENTOS E ATITUDES DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

Isis Cardoso Benício dos Santos, Suelem Maria Santana Pinheiro Ferreira, Rogério Vieira Silva, Carla Maria Lima Santos, Rejane Marques Pereira, Jinária Silva Fernandes, Carla Santos Almeida

Resumo


Objetivo: Descrever conhecimentos e práticas dos ACS, no tocante ao cuidado em saúde bucal (SB) na gestação. Métodos: Estudo transversal, com 157 ACS, vinculados às Unidades de Saúde da Atenção Básica (AB) em Vitória da Conquista-Bahia. Utilizou-se formulário com três blocos: perfil sociodemográfico; formação profissional; conhecimentos e atitudes referentes à SB na gestação. Resultados: Verificaram-se incertezas quanto aos cuidados odontológicos seguros na gestação: 52,9% apontaram apenas tratamento não-cirúrgico; 34% julgam anestesia necessária; 54,8% excluem radiografia). No tocante aos determinantes de SB da criança: 65,6% acreditam que antibiótico aumenta risco de cárie; 48,7% acreditam que cárie é causada por produtos açucarados. Observou-se ausência de abordagem na visita domiciliar (38,2%); busca ativa para pré-natal odontológico (30,6%); participação no planejamento de atividades educativas (43,9%). Conclusão: Existem fragilidades no tocante aos conhecimentos/práticas do ACS sobre a SB do binômio mãe-bebê. Evidencia-se necessidade da educação permanente como dispositivo de instrumentalização do processo de trabalho ACS.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.