A VIVÊNCIA DO PRECONCEITO APÓS A REVELAÇÃO DA SOROPOSITIVIDADE PARA O HIV

marcia pereira gomes, Diogo barbosa, Antonio Marcos Tosoli gomes, Girlene da silva, Fabiana Assumpção de Souza, André Luís brugger e silva

Resumo


Este estudo teve por objeto o processo de diagnóstico da soro positividade para o HIV e por  objetivos: descrever processo de revelação do diagnóstico  positivo para HIV e discutir a vivência do preconceito e suas consequências para vida cotidiana. Método: Entrevistas com 49 pessoas que vivem com HIV(PVHIV). Técnica de análise de conteúdo lexical, com auxílio do software Iramuteq 0.7 alpha 2 .  Resultados: As condições de vida de pessoas que vivem com HIV são permeadas pelo estigma, preconceito e discriminação. A revelação do diagnóstico para a sociedade não é uma tarefa fácil e nem sempre ocorre. Após impacto inicial do diagnóstico, a vida segue com mudanças cotidianas, os sentimentos de desespero e medo são aplacados com o tempo, entretanto o preconceito persiste. Conclusão: Os resultados mostram complexo cenário de se (con) viver com o vírus e /ou com a síndrome. A descoberta do diagnóstico, aceitação, decisão sobre revelação, reunir meios de enfrentamento do preconceito e prosseguir vivendo, exige que PVHIV tenham suporte e se reprogramem para enfrentar desafios diários.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.