Enfermagem e Saúde do Trabalhador: uma revisão da literatura científica nacional de 2000-2010

Sabrina Schmalfuss Eblilng, Leticia Silveira Cardoso

Resumo


Objetivou-se caracterizar e apontar as tendências da produção científica nacional da enfermagem a respeito da saúde do trabalhador nos últimos dez anos. Para tanto, produziu-se uma revisão da literatura no âmbito nacional da produção científica da enfermagem a respeito da saúde do trabalhador. Dos resultados emergiram três categorias empíricas: Estrutura Constitucional da Produção, Objeto de Intervenção e Desfechos Operacionais para a e na Saúde do Trabalhador. Pode-se assim apreender a predominância do gênero feminino entre os autores, a incipiência de estudos que analisam a relação entre saúde e trabalho com fins de aprofundar e aprimorar o conhecimento acerca da saúde do trabalhador. O antropocentrismo da enfermagem revela-se pelos posicionamentos tanto como sujeito da intervenção em saúde ou de diferenciação das ações ou objeto influenciado pelo ambiente e pelas ações em um ângulo de promoção da saúde e prevenção da doença, estatizado pelos limites físicos de manifestação do organismo dos indivíduos. O enfrentamento pelos trabalhadores de sentimentos pessoais e dos indivíduos por eles atendimentos seja no extremo da perda irreversível de um ente querido ou da limitação para o exercício de algumas atividades pode provocar reações inesperadas e conflitantes sobre a óptica da ética e da moral.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.