A IMPORTÂNCIA DE KARL POPPER PARA O ENSINO E APRENDIZAGEM DE CIÊNCIAS

Jessica Akemi Kawano Ribeiro, Shalimar Calegari Zanatta, Lucila Akiko Nagashima

Resumo


Este artigo discute a importância da filosofia da ciência para seu processo de ensino e aprendizagem. Para tal, utilizamos os referenciais teóricos da epistemologia de Karl Popper, principalmente seu conceito de falseabilidade e a teoria da demarcação para mostrar como ocorre esta correlação. Com este objetivo, apresentamos uma breve discussão sobre a filosofia da ciência, destacando o papel do Círculo de Viena para o desenvolvimento do pensamento científico e as críticas que foram tecidas pelo Popper quanto ao Método Científico, protocolado pelo positivismo lógico. Posteriormente, tratamos de algumas teorias popperianas acerca da ciência e a importância delas para o ensino e aprendizagem das ciências naturais, e a formação desses professores. É enfatizada a necessidade de um novo modelo de ensino de ciências, menos positivista e mais questionador. Assim, apontamos que o racionalismo crítico, conceito de Ciência de Popper, está em consonância com o que se espera de um ensino de Ciências, histórico, contextualizado e crítico.


Palavras-chave


Filosofia da Ciência. Popper. Formação de professor.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-2380

 

Indexadores:

Latindex,  Diadorim, Google AcadêmicoSumarios.Org