A MODELAGEM MATEMÁTICA NA MERENDA ESCOLAR: CONTRIBUIÇÕES DE UM PRODUTO EDUCACIONAL

Fernando Carvalho Grimaldi, Eline das Flores Victer, Chang Kuo Rodrigues

Resumo


Neste artigo, apresentamos os resultados de uma pesquisa desenvolvida com alunos de duas escolas públicas no Estado do Rio de Janeiro, cujo objetivo principal é apresentar a Matemática de forma que eles percebam a importância dessa disciplina nas suas vidas por meio da modelagem matemática, que é o procedimento teórico e metodológico, o que culminou no Produto Educacional com outras possibilidades de trabalhar na rotina escolar. As perguntas que nortearam a pesquisa foram: A Modelagem Matemática pode proporcionar significado e sentido de por que estudar Matemática? A dinâmica da Modelagem Matemática pode ser um incentivo para a aprendizagem da Matemática? O tema é de fato presente na vida desses alunos: a merenda escolar, quando eles tiveram oportunidade de desenvolver atividades envolvendo conceitos matemáticos, que culminaram em descobrir o custo da refeição servida nas escolas em ambientes fora dela. Constatamos, assim, que além da aprendizagem de vários saberes matemáticos, à luz da teoria que sustenta a modelagem matemática, os alunos se preocuparam com o desperdício dos alimentos, além da análise crítica da relação entre o salário mínimo e o custo de vida, construindo também abordagens que envolva a dimensão atitudinal preconizada pelos Parâmetros Curriculares Nacionais.


Palavras-chave


Educação Matemática. Modelagem Matemática. Educação Básica. Matemática do cotidiano

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2238-2380

 

Indexadores:

Latindex,  Diadorim, Google AcadêmicoSumarios.Org