Fonemas plosivos e fricativos na fala de portadores de fissura lábio-palatina

Marcos Wiedemeri, Lauren Santos, Cristiane Gonçalves, Cláudia Sakamoto

Resumo


A análise da fala em indivíduos com fissura lábio-palatino operada, tendo como propósito um estudo de caso das desordens da fala desses sujeitos, é o objeto dessa investigação. A amostra utilizada constituiu-se da fala de quatro indivíduos do município de Florianópolis, e para tal análise, foram selecionados os fonemas fricativos e plosivos. O presente trabalho procura contribuir com a descrição das alterações relativas à fala e encontrar relações com os tipos de fissuras e alterações de pontos e modos de articulações. Os resultados apontam que os portadores de fissura lábio-palatino operada desenvolvem articulações compensatórias para produção dos fonemas analisados. Na tentativa de produzir os fonemas da língua, os indivíduos analisados apresentaram distúrbios articulatórios compensatórios, alterações relacionadas a fatores dento-oclusais e alterações relacionadas à região velofaríngea. Em todos os fonemas, puderam ser constatadas estas características: emissão nasal audível; fraca pressão intra-oral e contato articulatório leve. Para produzirem o fonema /s/ e /v/, os indivíduos utilizaram um ponto de articulação distinto dos falantes comuns da língua. Na produção dos fonemas plosivos, manifestaram a realização dos fonemas associados ao golpe de glote.

Palavras-chaves: Fissura lábio-palatal; Fonologia Autosegmental; Alterações.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.