A identidade traduzida em Lorde, de João Gilberto Noll

Shirley de Souza Gomes Carreira

Resumo


Lorde, de João Gilberto Noll, aborda, ainda que de forma simbólica, o embate entre a “tradição” e a “tradução”. Ao criar uma personagem que parte para a Inglaterra em busca de uma oportunidade de emprego que, desde o início, se revela confusa e indefinida, Noll cria, mais uma vez, um ser que inadequado ao meio em que vive. Este ensaio investiga a forma original pela qual o autor soluciona os processos inerentes à questão da imigração, bem como traz à baila a questão da identidade.

Palavras-chave: Imigração, Identidade, Tradição, Tradução, Amnésia, Metamorfose


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.