Prevalência de Tabagismo em uma escola de Ensino Médio de Belford Roxo, RJ.

Fernanda Souza Nascimento, Carlos Henrique Freitas Burity

Resumo


Verifica-se necessária a existência de um diálogo eficaz com os jovens sobre os malefícios do Tabagismo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a quase totalidade dos fumantes adquire o hábito durante a adolescência. Esclarecimentos sobre os efeitos da droga são de suma importância na diminuição dos índices de dependentes químicos. Porém, essa não é a realidade de muitos, que acabam experimentando por curiosidade ou na tentativa de aliviar frustrações.  A realização deste trabalho visou diagnosticar a presença ou não de tabagistas numa escola de ensino médio de Belford Roxo. A análise foi realizada por meio de um questionário direcionado aos discentes de Biologia, posteriormente foi proposta a ministração de palestras e debates sobre o assunto. Após essa etapa, foi averiguado como tais influenciaram na opinião dos alunos. Almeja-se que a proposta apresentada, possibilite uma melhora nos índices de tabagistas entre os discentes.

Palavras-chaves: Tabagismo; Ensino.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.